Kotlin: Parte I – A nova linguagem para desenvolvimento Android

No dia 17 de Maio, durante o keynote do I/O 2017 – o maior evento onde a Google apresenta as novidades dos seus produtos, plataformas e serviços – foi anunciada uma excelente surpresa para nós androiders: Kotlin será oficialmente a nova linguagem de desenvolvimento Android.

Mas porque a Google adotou essa estratégia com uma linguagem que tem apenas 6 anos de idade em detrimento de Java, que existe há várias gerações? Ainda vai ser possível desenvolver apps Android em Java? Qual explicação para essa meteórica ascensão de Kotlin?

Continuar lendo

Anúncios

Como foi o Tá Safo! Beer: Mobile Talks 2017

No dia 18 de Março, aconteceu mais um Tá Safo! Beer, no Black Dog English Pub. Dessa vez os assuntos foram relacionados exclusivamente à mobile. O evento começou de tardinha, por volta das 16h15. Nem o “pau d’água” que estava caindo atrapalhou a galera que marcou presença, lotando o pub mais uma vez. A galera ía chegando, pegando sua comanda, enchendo seu copo com as brejas artesanais do local e já se ajeitavam nas cadeiras esperando começar o evento.

Continuar lendo

Testes em Android – Parte I: Por onde começar?

Fala, Comunidade! Este post é o primeiro de uma série sobre testes em Android. Você aprenderá conceitos essenciais sobre a arquitetura de testes, instrumentação e como configurar o seu projeto no Android Studio para começar a automatizar seus testes unitários e de UI. Nesse primeiro post, irei focar apenas em testes unitários utilizando a ferramenta JUnit. Como ele é de assunto intermediário, caso você seja iniciante em Android, sugiro este post onde falo passo a passo como começar o desenvolvimento de apps no Android Studio.

Por que devo testar?

Nos dias de hoje, onde temos vários serviços e plataformas de Integração Contínua (Continuous Integration) gerando builds a todo vapor como Jenkins, Travis CI, Circle CI, BitBucket Pipelines, testar é algo essencial e obrigatório para que consigamos montar uma cultura de desenvolvimento ágil e de Entrega Contínua (Continuous Delivery) de produtos de qualidade para nossos clientes.

Continuar lendo

Como foi o Google I/O 2015

052815_GOOGLEIO_-0261

Participar do Google I/O – o maior evento onde a empresa de Palo Alto apresenta as novidades relacionadas aos seus produtos – é o desejo que qualquer geek ou entusiasta de TI, principalmente aqueles que acompanham a plataforma Android desde o início, assim como eu. Esse ano, nos dia 28 e 29 de Maio tive o privilégio de participar do evento representando o GDG Belém e a Comunidade Tá Safo. Irei tentar resumir neste post as experiências vividas e minhas impressões. Mas antes, assista esse breve vídeo e sinta como foi o #io15.

Continuar lendo

10 erros que todo desenvolvedor Android deve evitar

Fala pessoal! Nesse post irei explicar alguns dos erros mais comuns cometidos por nós desenvolvedores Android, baseado em leituras e minha experiência em desenvolvimento com a plataforma. Em cada trecho, explico o erro e como devemos fazer para evitá-los.

#1: Utilizar experiencias de outras plataformas

Antes, era muito comum ver uma app Android imitando as experiencias de outras plataformas. Geralmente, por causa de um porting da mesma app existente em iOS ou Windows Phone; ou por exigência do cliente ou por utilizar algum framework cross-platform. Usuários Android querem e esperam experiencias da plataforma Android. Algo como adicionar um botão de voltar em sua app (existe um botão físico próprio para isso, sabia?), utilizar abas estáticas abaixo ou adaptar ícones retangulares com cantos arredondados (a menos que faça parte da sua logo) são apenas alguns exemplos de experiencias que se encaixam muito bem em outras plataformas, porém devem ser evitadas em Android. Aliás, há algum tempo, a Google desenvolveu guidelines que sugerem excelentes dicas e orientam como deve ser o desenvolvimento, design e distribuição de um aplicativo Android.

#2: Não investir em design / UX

Está comprovado que a maioria das pessoas, ao comprar um produto, levam em consideração vários fatores, dentre eles primeiramente está seu design, quer seja retrô ou futurista. Mas por quê isso? Por que chama atenção. É bonito de se ver. E assim deve ser a sua app. Os usuários devem ter prazer de utilizá-la. Como dizia o finado Steve Jobs, um bom produto é aquele que não precisa de manual para se utilizar. Ele deve ser tão intuitivo e minimalista para que as pessoas tenham facilidade de usá-lo. Então, invista em um bom design, desde o ícone da sua app, as imagens principais, secundárias, etc. Se você não tem expertise de design, então contrate um. Mesmo assim caso não conheça, existem sites como 99Designs, onde você informa sua ideia e vários designers projetam logos para o seu produto e você escolhe a que achar melhor!

Continuar lendo

Utilizando Material Design em Android

Material Design

Fala, galera da Comunidade! Neste post, irei mostrar um pouco sobre como desenvolver uma UI em Android, já aplicando o novo conceito de design da Google: Material Design. Se você é iniciante e gostaria de saber como começar a desenvolver para Android, leia o post Iniciando com Android: Introdução ao Android Studio que está bem legal!

Material Design: O Design Unificado da Google

Antigamente, existiam várias “caras” para os produtos da Google, inclusive para tipos de dispositivos diferentes, como web, tablets e smartphones. Ficava complicado manter uma mesma experiencia de usuário, pois cada produto tinha a sua maneira de design. Com o tempo, a Google percebeu isso e reuniu todos designers para que de certa forma pudesse contornar esse problema.

Continuar lendo