O Tá Safo pós Maré de Agilidade

Olá pessoal, faz tempo que eu não escrevo aqui, na verdade não tenho escrito também no meu blog (Melhoria Contínua) faz um tempo. O Tá Safo é uma comunidade hoje de grande representatividade em nossa região e que chamou atenção nacional após organizar o Maré de Agilidade em Belém, e vou tentar contar um pouco dessa história nesse post.

Para falar do Tá Safo pós Maré de agilidade eu preciso destacar alguns fatores importantes dessa história entre essa comunidade paraense e o Maré de Agilidade.

Como tudo começou…

Eu conhecia pouco a comunidade antes disso, mas após participar do VAAM com o Manoel Pimentel (Visão Ágil) em parceria com o Tá Safo e o IESAM que fizeram um workshop sobre agilidade. Foi lá que eu fiz os meus primeiros contatos e conheci alguns integrantes da comunidade como o Fábio Aguiar e o Luiz Sanches, assim como o próprio Manoel Pimentel.

Depois desse primeiro contato eu conheci a comunidade, entrei no grupo de discussão e vi alguns comentários sobre trazer o Maré de Agilidade para Belém, eu ia para o Maré em Fortaleza então fiquei responsável por conhecer o evento e fazer os contatos para conseguirmos organizar o evento em Belém.

Quando voltei do Maré em fortaleza, marcamos uma reunião na lista com todos os interessados em ajudar na organização do Maré de Agilidade em Belém, nesse dia tivemos a participação, se eu me lembro bem, de 7 pessoas!

Nesse momento começamos a plantar uma semente que nenhum de nós tinha ideia dos bons frutos que isso traria no futuro!

Fortalecendo a Rede de Relacionamentos

No primeiro momento o Tá Safo precisava fortalecer seus RELACIONAMENTOS com outras PESSOAS que pudessem ajudar a levar o Maré de Agilidade para Belém. Essas pessoas representavam outras comunidades, empresas, instituições, organizações…

Essa foi a primeira fase, mas foi a fase que nunca acabou e tomara que nunca acabe, pois os relacionamentos que o Tá Safo fez e continua fazendo é o que faz movimentar e renovar a comunidade constantemente.

Os relacionamentos precisam ser cultivados e multiplicados em uma troca constante de ENERGIA, isso é o que alimenta a comunidade e faz ela crescer. Da mesma forma que o enfraquecimento dessas e de novas relações também enfraquecerão a comunidade.

A fase seguinte era organizar esses relacionamentos para colocar toda a galera e a energia para alcançarmos nosso objetivo que era levar o Maré de Agilidade e todo o espírito que a caravana do Maré traz junto com ela.

Várias Cabeças Pensam Melhor que Uma

 

Depois de vários emails trocados entre o Tá Safo, e entre a galera do Maré de Agilidade as coisas engrenaram, já tínhamos a parceria com o CESUPA para o local do evento, tínhamos a data do evento, os contatos, a grade do evento, só tava faltando o dimdim…mas isso era apenas um detalhe, pois todos estavam empenhados, sintonizados e com um foco só, que era fazer algo diferente acontecer em nossa região e nós acreditávamos no Maré de Agilidade como esse ponto de partida.

Todos tinham suas obrigações e conseguimos fazer o Maré acontecer, e nesse momento o compromisso e a vontade de fazer algo para conter nossos descontentamentos era maior que qualquer dificuldade e trabalho que tivéssemos que encarar. Mal a gente sabia que já estávamos no clima do Maré de Agilidade – atitude, compromisso, coragem, colaboração – esses são alguns dos valores que o Maré traz e já estávamos nessa “vibe” a muito tempo.

Aconteceu o Maré!

O Maré de Agilidade veio, foram 3 dias de muita movimentação e vocês podem ver o resumo do que foi o evento aqui mesmo no blog, mas o que ficou depois disso foi muito melhor do que o evento em si.

Após o Maré nos perguntamos: E agora? O que vamos fazer? …Acho que nunca foi tão fácil responder a essas perguntas. Todos ainda estavam em um ritmo aceleradíssimo após o Maré de Agilidade e muitas ideias surgiram, só que a diferença era que não tínhamos mais nenhum pingo de medo de fazer acontecer e todos aqueles relacionamentos feitos foram fortalecidos ainda mais.  Outras pessoas foram surgindo e se interessando pelo que o Tá Safo estava fazendo, o melhor é que eles queriam se envolver também.

O Tá Safo desde que eu conheci, sempre foi uma comunidade aberta e muito acolhedora, pois a sede por integrar, inovar e empreender colaborativamente, era muito evidente e ainda tinha um fator que contribuía muito para conseguir integrar e movimentar tantas comunidades juntas que só conheciam seus “grupinhos de usuários”.

A transparência da comunidade de compartilhar e sempre buscar envolver todos em suas ações foi outro fator diferenciado que eu vi crescer cada vez mais na comunidade do Tá Safo e posso dizer com toda certeza que esse valor foi aprendido e consolidado durante esse processo com o Maré.

Pós Maré de Agilidade

O Tá Safo cresceu rapidamente em número de participantes na comunidade e nas movimentações em eventos locais, após o Maré de Agilidade vários movimentos interessantes surgiram como o #tasafoemaçãopapoSafo, #horadodesapego.

A repercussão que o Tá Safo teve ao trazer o Maré de Agilidade para Belém foi grande dadas as devidas proporções. E esse barulho todo tornou o Tá Safo a referência que é hoje em nossa região, e conhecida por muitos em outras regiões do nosso país.

O Tá Safo tem algumas pessoas que inspiram e eu diria que são os responsáveis pela inquietação da comunidade, dentre essas pessoas eu destacaria o Fábio Aguiar e o Luiz Sanches que sempre estão levando ideias novas para discutirmos na comunidade e agitando novos movimentos, esses caras resumem bem o DNA do Tá Safo.

O Maré de Agilidade foi um evento pequeno mas de proporções estrondosas que até hoje faz barulho pelo Pará! Só que agora quem carrega a bandeira do Maré junto é o Tá Safo que incorporou o espírito do Maré de Agilidade e fez com que a oportunidade de reunir e movimentar a comunidade paraense não fosse resumida em apenas 3 dias.

Eu diria até que o Maré de Agilidade foi o responsável pelo despertar da comunidade Tá Safo e por trazer uma energia diferenciada que só os eventos no perfil do Maré tem, como o Linguágil que rolou na Bahia e que também tem o mesmo perfil.

Se você não teve a oportunidade de participar do Maré de Agilidade, ou de alguma reunião feita pelo Tá Safo? Não perca tempo e saia do seu cubículo e faça parte de uma comunidade que sabe o que é ser uma comunidade de verdade, e se você já faz parte de outras comunidades vamos nos juntar para fazer algo diferente!

Esse post deveria ter sido escrito a muito tempo atrás, mas acho que só agora conseguimos avaliar com mais serenidade todo esse caminho após o Maré de Agilidade!

Valeu galera do Maré de Agilidade!!!!

Abraços,

Paulo Igor.

5 comentários sobre “O Tá Safo pós Maré de Agilidade

  1. Isso aí Pigor! =)

    E vamo que vamo… O próximo passo na verdade é organizar um Agile Brazil! =)

    []’s!

    Curtir

  2. Muito bom o post Paulo, eu me lembro como se fosse hoje, quando o Willi falou para nós quando terminou o Maré, que agora era com a gente, ou seja “AÇÃO”, daí que surgiu o nome “TáSafo em Ação”. Neste post resume as AÇÕES de 2010(Pós Maré) https://tasafo.wordpress.com/2010/11/23/retrospectiva-tasafo-2010/

    Mas uma vez, em nome da comunidade TáSafo gostaria agradecer ao pessoal que faz o Maré, por ter nos ajudado a dá essa passo importante.

    Valeu!!!

    Curtir

O que tu achas?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s