Tá Safo Conf 2012 – Ações paralelas

No capítulo anterior das aventuras de uma turminha sapeca aprontando altas confusões, vocês puderam ver um pouco do que aconteceu durante os dois dias de evento. Mas não foi só aquilo que aconteceu, houve muito mais e vou tentar resumir para quem não foi.

No sábado a atração principal foi o café da manhã que nos dois dias recebeu o troféu adubado do ano, pois tinha gente que ficava até de tarde merendando o danado de tanta fartura que foi. Show de bola!

Café da manhã adubado

Os palestrantes que chegavam já sentiam o clima de confraternização, quase todo mundo conhecia quase todo mundo. Só felicidades.

Continuar lendo

Anúncios

Tá Safo Conf 2012 – Para quem não foi

Cinco anos é pouco para um bando de alunos e profissionais de TI que até agora, honestamente, não sabem fazer eventos, apenas provocam o encontro de pessoas e que, apesar de estarem residindo na mesma cidade, não se conhecem pessoalmente.

Logo no início, em 2007, alguns riram de nossas atitudes totalmente expontâneas, e até ingênuas, de fazer esses encontros de um jeito bem descontraído. Sem frescura mesmo. Para que fazer o mais do mesmo? Para que se repetir?

O profissional de TI já é tão desacreditado em seu dia a dia, sendo vetado de criar, experimentar e até mesmo errar. Seguimos padrões cegamente que não nos damos conta de que podemos fazer as mesmas coisas, mas de maneiras diferentes para alcançarmos os mesmos resultados. Acreditem, é muito mais gostoso. Vocês já viram o sorriso estampado no rosto das pessoas de uma equipe que entrega uma feature ou produto e veem esse mesmo pedaço de software sendo usado com satisfação por seus clientes? Vimos isso após cada apresentação, intervalo, coffee break, baladinhas, brincadeiras, sorteios, dojo, palestras-relâmpago, hora do desapego, no final do dia e nas #horasextras, afinal de contas ninguém é de ferro.

Alguns acharam a inscrição cara. Mas para nós da organização que também pagamos nossas inscrições, esse dinheiro investido tem um valor inestimável: o valor do reconhecimento. O valor de um trabalho, que por mais que não tenha sido bem feito, foi realizado com muito esforço e dedicação. Pois bem, essa é a visão particular de um dos organizadores do evento. Espero realmente que os mais tímidos possam comentar nesse post e sintetizar sua visão sobre o evento.

Continuar lendo